domingo, 31 de janeiro de 2010

Orientação sobre registros de músicas.

Devido aos questionamentos e a dificuldade de muitos para saber onde e como registrar suas composições, eu e Ivanete Borges resolvemos por nossa própria conta, postar nesse blog os procedimentos necessários de como fazer.
Registro de letra e música: Você que compõe deve procurar um profissional que saiba escrever partitura. Depois de pronta você deve tirar duas cópias da partitura, duas cópias da letra e apresentar na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), tendo em mãos seus documentos pessoais (RG e CPF e comprovante de residência), pois precisará preencher um formulário com seus dados pessoais, e caso seja em parceria, será necessária a documentação e a assinatura de todos os parceiros envolvidos na composição (letra e música). Veja bem! A assinatura não pode ser através de instrumento de cópia. É necessário o pagamento da taxa de registro que será fornecida na própria UFRJ que será paga no Banco do Brasil ou nas casas lotéricas. O valor está entre dezesseis a vinte reais. Caso não resida no Rio de Janeiro você deve procurar a Biblioteca Pública ou a Universidade Federal de Música ou Universidade Federal de Letras da sua Cidade. Eles irão orientar você para realização de todos os procedimentos necessários para o sucesso do seu registro. A taxa, (boleto bancário), provavelmente, precisará ser impressa através de site próprio que será informado pelo órgão responsável. Depois de concluídas essas etapas será dado a você um comprovante de pagamento com o número da certidão de registro de sua música que, desde logo, estará lhe dando a garantia de titularidade. Uma certidão oficial será encaminhada para o seu endereço em até noventa dias. Guarde-a com responsabilidade. Ela será para sempre de grande valia. Sucesso para todos e um grande abraço!
Cris Zomer e Ivanete Borges.

Nenhum comentário: